Troia Resort

Trilho da Praia e Duna

Os mais de 60 quilómetros de praia entre Tróia e Sines são um enorme areal, moldado pelos ventos e pela ondulação de NO. Este percurso leva-o primeiro pela praia e depois através das dunas.
Com um pouco de sorte poderá ainda observar grupos de pequenas aves – os pilritos-da-areia (Calidris alba) – que correm velozmente atrás do espraiado das ondas, debicando a areia. Estas pequenas aves, que vemos em Tróia no Inverno, migram na Primavera para norte do círculo polar ártico para nidificar. São das aves que, em todo o mundo, nidificam mais a norte.
No limite do espraio das ondas surgem as primeiras plantas colonizadoras, como a eruca-marítima (Cakile maritima), seguidas, na duna embrionária, pelo feno-das-areias (Elymus farctus), o cardo rolador (Eryngium maritimum) e os cordeirinhos-da-praia (Otanthus maritimus), que retêm a areia transportada pelo vento. Seguem-se as dunas primárias, com cristas mais altas e poucos anos de idade, dominadas pelo estorno (Ammophila arenaria). Mais atrás, a duna secundária, já com décadas, com pequenos arbustos aromáticos, como a perpétua-das-areias (Helichrysum stoechas) e a jóina-das-areias (Ononis ramosissima). Finalmente, surgem dunas mais antigas onde se estabeleceram arbustos maiores, como o piorno-branco.

Conheça mais detalhes deste trilho aqui